quarta-feira, 8 de setembro de 2021

Desenvolvimento Masculino #4 - Espírito e Caridade

E aí meus amigos!

Como estão? Espero, de coração, que todos estejam cada dia melhores.

Sem sombra de dúvidas que este post deveria ser o primeiro de todos pela importância que tem. Mas na minha visão, quando um homem está envolto pela dúvida e escuridão é mais fácil começar por algo mais tátíl para sair dessa inércia destrutiva. Com esse pensamento foram lançados os posts #1, #2 e #3 antes deste.

Digo que esse foi o post mais difícil de escrever, pois não tenho conhecimento aprofundado sobre religião e caridade, apenas pratico e sinto o bem que me faz.

Nunca fui um homem religioso, sempre fui desleixado com essa parte da vida. E retornei a pouco tempo a vida religiosa, coisa de pouco mais de 1 ano. Mesmo tendo pouco tempo já senti melhoras em mim e no meu relacionamento.

Ao longo desse 1 ano vim pensando que se eu tivesse dedicado um pouco mais de tempo a religião e a caridade acredito que alguns medos, inseguranças e tristezas que senti não teriam me afetado.

E como o objetivo dessa série é passar o meu conhecimento, as coisas que deram certo para mim e que me ajudaram ou ajudariam ao longo da caminhada masculina - a religião e a caridade não poderiam ficar de fora.


#4 - Espírito e Caridade


Nós como seres humanos sempre procuramos estar completos, plenos. Não só de bens materiais, relacionamentos ou realizações profissionais, mas também paz de espírito, alegria e tranquilidade.

Alexis de Tocqueville, em 1830, escreveu que "a alma tem necessidades que devem ser satisfeitas". Ele, na minha visão, está correto. Ao longo dos séculos, as tentativas de silenciar estas necessidades falharam.

Hoje mais do que nunca, com a explosão das redes sociais, vemos pessoas de sucesso vivendo presas em depressões e tristezas intermináveis. Procurando preencher as necessidades da alma com remédios, drogas e mais dinheiro. Ao invés de saírem desse poço escuro, elas se afundam mais e mais.

As pessoas comuns, como eu e você, também sofrem com essas doenças da alma. Porque a vida é foda parceiro. Ela nem sempre vai aonde desejamos. 

E como buscar a plenitude ou a cura dessas nossas doenças? Praticando a religião e a caridade.


Espírito


Repetindo o que eu disse antes: a vida é foda parceiro. O caminho é difícil e solitário. Nem sempre virá alguém para ajudar, ou melhor, sempre virá alguém para te sabotar.

A gente apanha e sofre muito! E o homem por sua característica natural, não se abre com ninguém. Ele apanha calado. E todo esse sofrimento vai ficando acumulado dentro da gente até que em um determinado momento estoura uma tristeza, depressão, stress ou os 3 juntos.

Uma coisa que me entristece é que esses ataques também vem da nossa família e dos nossos amigos. Vem de quem deveria se importar conosco. Quando eu estava estudando para concursos, o ataque era diário. 

E na vã tentativa de aliviar essa barra, surge a bebida, a droga, a pornografia e demais outros vícios. As vezes algum de nós até consegue se abrir e procurar ajuda com um terceiro e a "resposta" que esse guerreiro recebe a gente vê no meme a seguir.


Difícil não é? 

Por nossa sorte, a resposta correta também está no meme. 

Apenas Deus é capaz de aliviar o nosso fardo, de dar descanso ao nosso esgotamento, de curar as nossas tristezas, de preencher a nossa vida.

Eu não tenho dúvidas de que na minha caminhada no concurso público foi Deus que me orientou, que me manteve no caminho certo e que me guardou diante de tanto ataque. Mesmo eu tão distante das orações. E no único momento em que orei e pedi de fato algo a Deus nessa caminhada foi pouco antes da prova que fiz, para o cargo que estou hoje, pedi para abençoar o pessoal que estava na mesma sala que eu e que desse a graça da aprovação para os que mais estavam precisando.

Então hoje mesmo, você meu amigo que está lendo este post, faça uma oração. Procure o seu templo e compareça no culto de hoje. Peça força, sabedoria, coragem e persistência para percorrer o caminho do desenvolvimento. Troque uma ideia com o padre/pastor/reverendo (ou outro conforme sua crença), peça um conselho. Tenho certeza que você será atendido.

Se permita aliviar esse peso das suas costas.


Caridade


Caridade é a disposição para ajudar o próximo que está em uma situação desfavorável. É a oportunidade que temos de fazer o bem ao mundo através das nossas ações.

E qual é a importância da caridade para o seu desenvolvimento? 

Pesquisas indicam que trabalhos voluntários altruístas estimulam a alegria, aliviam as tristezas e aumentam a imunidade, evitando doenças. Pessoas que se sentem solidárias expressam mais satisfação pela vida e desenvolvem maior capacidade em lidar com as dificuldades.

Em resumo, com o corpo, mente e alma sãs o desenvolvimento fica mais fácil. É como nadar a favor da correnteza.

Em se tratando de caridade, tenham em mente:

  • Existem diversas formas de ajudar, procure uma que te agrade mais.
    • Não é só grana. Doe o seu tempo, seu conhecimento ou o seu ombro amigo. Por exemplo, se você está quebrado, aposto que tem um abrigo de animais na sua cidade que precisa de ajuda para dar banho nos animais. Outro exemplo, essa série mesmo que estou escrevendo, é uma forma de caridade, estou doando meu conhecimento e experiência para ajudar os homens novos a melhorar de vida.

  • Não julgue as pessoas que você ajuda.
    • O que eu vejo muito acontecer é que a galera doa um trocado para o mendigo e faz mal julgamento em como ele irá gastar aquele dinheiro. Se você faz isso pare. A real é: as vezes aquela cachaça que o mendigo irá comprar, com o dinheiro que você deu, é a única forma que ele tem para aliviar a vida de merda que possui. Então apenas ajude, não cabe você julgar.
  • Não há prazo nem data para certa para se fazer caridade, haja naturalmente e quando seu coração pedir.
    • Ou seja, é uma parada que vem de dentro. Se você estiver afim ajude, com certeza terá alguém necessitando.
  • A caridade amplia os seus horizontes.
    • Te faz conhecer novas pessoas. Novas histórias. Te faz refletir sobre diversas situações que você encontra ao longo do trabalho voluntário.

Alguns podem estar pensando: "pô, que papo chato". Eu entendo o pensamento, até porque no mundo hoje o que manda é o prazer rápido e material. Mas se você está aí na pior, porque não fazer algo diferente para mudar a sua vida? Se continuar fazendo as mesmas coisas, a única certeza que terá é que a sua vida não mudará.

Outra coisa, senhores por favor tenham bom senso, eu sou católico, por isso a minha visão religiosa gira em torno do catolicismo; então leiam esse post sob a sua própria visão. 

O importante é que pratiquem a religião e a caridade. Eu não tenho dúvidas que essa prática preencherá a sua vida da melhor forma possível.

Um grande abraço e até a próxima.

Estamos juntos.

domingo, 15 de agosto de 2021

Desenvolvimento Masculino #3 - Profissional e Finanças

Prezados Amigos.

Como estão? Espero que estejam bem e com muita saúde.

Começamos a nos desenvolver de fato. Imagino que alguns estão com dores devido aos treinos pesados, MAS com a cabeça a mil, ânimo e energia para enfrentar a vida de homem.

Pois bem, hoje vamos falar de trabalho e grana. 

Sejamos sinceros: dinheiro é o que nos move, ele facilita a nossa vida demais.

Faça um exercício e tente imaginar algo em que o dinheiro não facilitaria. Pois é, difícil mesmo.

Independente do que você acredita, dinheiro é bom e quanto mais tivermos melhor.

Fonte: pexels.com

#3 - Profissional e Finanças

E como ter grana? É só trabalhando duro. Não tem truque, não tem atalho, não tem negócio da china, não tem hack. Qualquer coisa fora disso que trouxe dinheiro para o bolso de um terceiro em uma história que você ouviu é: exceção da exceção da exceção. A riqueza não vem ao acaso ou golpe de sorte. Apenas o bom trabalho e consistência nele, durante algum tempo, que o dinheiro virá para o seu bolso.

Tenham em mente:

  • Você vai começar de baixo.
    • Cansei de ver egressos de boas universidades públicas falando: "eu só saio de casa para ganhar mais de 5mil, menos que isso eu fico dormindo". Bando de filhos da puta! E depois de 1 ano, sem trabalho, o final da história é sempre o mesmo "ah, o fulaninho resolveu fazer uma pós graduação para encontrar um emprego melhor". E porque isso acontece? O maluco saí da faculdade com o ego lá na puta que pariu e fica mirando empregos irreais para a realidade e experiência profissional dele. 
    • Então saibam que no início a gente vai comer capim mesmo. Vamos ganhar pouco e trabalhar muito. Mas em troca vem a experiência, o tempo trabalhado, o networking até mesmo outras oportunidades melhores de emprego. 

  • Você não precisa gostar do seu trabalho.
    • O trabalho é um meio e não um fim. Gostar, eu gosto de fazer sexo, comer, dormir, ver filmes, viajar e outras coisas que o dinheiro me permite ou facilita fazer. Ou seja, o trabalho deve ser aturável e muito bem remunerado para poder permitir fazer as coisas que goste.
  • Você vai trabalhar muito.
    • Parem com a mentalidade bostileira de "trabalhar pouco". O homem adulto trabalha para caramba ou se hoje ele trabalha pouco, lá atrás ele ralou para caralho. Quanto mais cedo assumirmos isso melhor, assim nos situamos na nossa realidade, vivemos uma vida útil e paramos de ter "sonhos adolescentes" de viver viajando ou coisas do gênero. Não vou ser injusto aqui e dizer que viver viajando é impossível, mas é coisa para exceção da exceção, de novo, é para quem ralou muito, como alguns confrades da blogosfera que já se aposentaram precocemente ou tem grana para tal.  
  • Trabalhar no que gosta pode não te dar retorno.
    • Acontece. As vezes a gente se entrega tanto em alguma formação superior ou em um curso caro, temos grandes habilidades nesta determinada área, mas no mercado real isso é mal remunerado.
    • Adquiram maturidade para entender que aquilo que você sonhava em trabalhar quando era um adolescente pode não te pagar bem. Se você está de bem com isso (fazer o que gosta e viver sem um puto) ótimo, senão sejam sensatos e escolham algo para trabalhar que dê um bom retorno e seja aturável. Você fará as coisas que gosta depois.
  • O desemprego nacional é algo abstrato.
    • Quando a gente vê no jornal a manchete: "O Brasil tem mais de 14 milhões de desempregados", ao invés de ficarmos assustados devemos levantar e pensar nas seguintes questões: quem são esses 14 milhões?, o que eles sabem fazer?, que experiências tem? que municípios vivem? existe fluxo de dinheiro privado nesses municípios? Sem as respostas para esses questionamentos e muitos outros acerca do tema, essa informação não te serve para nada, nada.
    • O desemprego passa a ser real para você quando as pessoas que tem as mesmas habilidades que você, moram no seu município e possuem os mesmos recursos que você concorrem contigo para uma vaga de emprego. Essa é a sua concorrência, essa é a sua realidade no mercado de trabalho.
  • Para profissionais minimamente qualificados a concorrência é quase zero. 
    • Aqui não preciso explicar muito. Se você tem alguma habilidade adicional além daquelas exigidas para o cargo que almeja, a sua concorrência real vai ser muito pequena. Exemplo? A um tempo atrás, quando ainda via televisão, uma reportagem no jornal local falando sobre uma fila gigantesca formada em um grande supermercado que anunciava vagas de emprego e o que me chamou a atenção foi: o número de currículos entregues para auxiliar de serviços gerais (vulgo faxineiro) 3mil; para subgerente, onde o requisito a mais além dos requeridos para serviços gerais era o domínio do pacote Offíce: 20 currículos.
    • Quer outro exemplo? No ano passado estava procurando uma diarista para trabalhar aqui em casa, pois a que tínhamos pediu a conta. A única habilidade requerida era "passar roupas". Aqui sempre utilizamos os serviços uma empresa que faz agenciamento destas profissionais e lá nessa empresa, conforme conversa da Dª Ligo com o responsável, existem poucas profissionais que tem essa habilidade, por mais comum que possa parecer nesse meio. 
  • Não seja escravo do seu curso superior.
    • A grana é quem manda! Se o seu curso superior, que você fez em 5 anos em uma grande universidade não estiver te dando dinheiro, PULE FORA! Vá trabalhar em algo que dê grana. Já vi muita gente formada em universidade pica, se fodendo, sem um puto no bolso, por causa de orgulho besta "aí gastei 5 anos lá, meu curso é top, unhé unhé". Vergonha é não ter dinheiro para tomar um sorvete no shopping.
  • O sucesso é estranho.
    • A gente não tem contato com pessoas de sucesso que podem ser exemplos próximos. A nossa imaginação de sucesso é sempre distante e abstrata, resultando para a grande maioria das pessoas uma estranheza ao termo. Tanto é que quando dizemos a terceiros que estamos trabalhando para ter sucesso e riqueza, somos rechaçados e desmotivados de imediato. Como já disse no primeiro post desta série: trabalhe em silêncio, pois você SEMPRE será sabotado por outras pessoas. Aquele grande balde de caranguejos da realidade.

    Características de um bom profissional

    Sabendo que a gente terá que ralar bastante durante a nossa vida adulta e que não tem como fugir disso a questão que fica é: o que é um bom profissional? Afinal de contas, para a gente ganhar um bom dinheiro precisamos ser um bom profissional. 

    Todo mundo conhece um bom profissional, aquele que está sempre ocupado, sempre cheio de serviço, disputado pelos clientes, por incrível que pareça - aquele que recusa serviço. Puxe pela memória e você se lembrará de alguém assim, eu tenho certeza disso. E não precisa ser alguém "estudado" não.

    A primeira coisa que me vem a cabeça é um pedreiro. Como é difícil encontrar um pedreiro bom. Aquele que entrega a obra/serviço, no prazo combinado, com qualidade suficiente (não estou falando em ótima qualidade não) e com um preço justo (nem caro nem barato). E quando a gente encontra um assim, a "propaganda" é gratuita, você indica ele a outras pessoas naturalmente.

    Outra memória que tenho é que no ano passado resolvi reformar o meu sofá. Consegui o contato de um senhor que fazia este serviço. Ele veio até a minha casa pontualmente, tratamos dos valores (1,8K), prazos (15 dias após o recolhimento do sofá, sendo que ele precisaria de 15 dias até pegar o sofá aqui em casa, pois não tinha mais espaço para deixar o sofá aguardando a reforma) e serviços que seriam realizados. O que me chamou a atenção no momento da contratação foi: pandemia pegando fogo e o cara estava entupido de serviço. Ok. Contratado o serviço ele foi embora, 15 dias depois vieram pegar o sofá e depois de mais 15 dias o sofá foi entregue. Tudo conforme contratado. Confesso que fiquei surpreso porque imaginava que o prazo não seria cumprido como é normalmente com qualquer serviço que contratamos hoje em dia.

    E mecânico bom? Diarista? Arquiteto? Médico de confiança? E FUNCIONÁRIO bom? Sim quem empreende também sofre para encontrar profissionais bons.

    Visto esses exemplos da nossa memória podemos elencar as características ESSENCIAIS e INDISPENSÁVEIS de um bom profissional:

    • Chega sempre no horário
    • Entrega o solicitado no prazo combinado
    • Entrega o solicitado com qualidade suficiente
    • Cobra um preço justo
    • Trata a todos com respeito
    • Tem boas maneiras.

    Acredito que os itens acima são auto explicáveis. Não são coisas de outro mundo, mas como vivemos em um tempo onde reina a mediocridade e a preguiça, quando fazemos o básico do básico bem feito a gente fica muito a frente do restante das pessoas. 

    Portanto, em sua vida profissional adotem estas 6 características e vocês serão disputados a socos e pontapés.


    Recomendações Imediatas

    Agora a gente já está com a mente preparada para o que virá e sabe quais os comportamentos indispensáveis que irão nos ajudar na vida profissional. 

    Então vamos a algo mais objetivo, é hora de entender as habilidades básicas que, na minha visão, auxiliarão na sua evolução profissional.

    É claro, quanto mais jovem você for, melhor, pois terá mais tempo para aprender. No entanto, essas habilidades serão úteis em qualquer estágio da vida profissional.

    • Aprenda a estudar
      • Sempre teremos que aprender coisas novas, o mundo muda, os equipamentos são melhorados, novos conhecimentos desenvolvidos, então o estudo nunca para. Então aprendam a aprender de fato, desenvolvam um método que faça você retirar a sabedoria do livro (curso/vídeo/áudio) e fixar na sua cabeça. No youtube tem um monte de vídeo falando disso, pesquisem.
      • Como eu estudo. Vamos utilizar de exemplo um livro. Geralmente nos livros, os capítulos são divididos em tópicos (um bloco de texto). Primeiramente, neste tópico, eu faço 2 leituras - a primeira, mais rápida para me familiarizar com as palavras e expressões - já a segunda leitura (deste mesmo tópico) é mais demorada, mais pausada, mais reflexiva, buscando entender o que está escrito. Depois das leituras, se aprendi o que estava escrito, faço um resumo com minhas próprias palavras. Se não volto ao texto até conseguir extrair o que está escrito, usando outras ferramentas para auxiliar como dicionário ou google. Com esse resumo em mãos, assim que necessito, volto a ele para revisar o conhecimento de uma forma mais rápida.

    • Aprenda Inglês
      • É a língua universal. Tudo o que vemos, lemos e escutamos em algum momento vamos nos deparar com ela. Outra coisa, todo o conhecimento de ponta produzido no mundo é na língua inglesa ou será traduzido para ela. 
      • Aqui talvez seja um dos meus principais vacilos profissionais. Meu conhecimento em inglês é muito fraco e me atrapalha em aprender algumas coisas.
      • Eu gostei do método da fisk (não é propaganda) livros e professores ao seu lado ajudam e muito. As escolas presenciais possuem aulas de teste gratuitas, vão e façam o test drive.
      • Na internet também tem muito material e curso (inclusive gratuitos) a disposição. Eu já vi algumas lives do Mairo Vergara sobre o método que ele oferece e me pareceu muito bom. 
      • Nesta habilidade, eu gastaria parte daquele "algum dinheiro" que disse a vocês no primeiro post.

    • Domine em nível avançado o Pacote Office (Word/Excel/PowerPoint)
      • Não tem jeito, a grande maioria dos empregos nos coloca a trabalhar na frente do PC. E por mais que tenham outros softwares semelhantes o Pacote Office ainda domina os escritórios e empresas, logo aprendam a dominar o Word, Excel e Power Point. 
      • Irá facilitar, agilizar e melhorar o vosso trabalho, deixar com aquela cara profissional. 
      • Aqui a Udemy tá cheio de cursos de até 30 reais, façam. 
      • Aqui foi onde eu acertei, desde os 13 anos eu tenho contato com o Office. Então por onde passei, inclusive no estágio que fiz e que depois me contrataram em definitivo ter essa habilidade foi fundamental e fez diferença. 
    • Aprenda habilidades interpessoais
      • Por mais que seja um saco, no ambiente profissional nós lidamos com pessoas. Então temos que aprender a lidar com elas da melhor maneira possível. 
      • Assim, devemos aprender a nos comunicar bem, a identificar e solucionar problemas, liderar e negociar. Não preciso nem explicar a importância, as empresas brigam por profissionais com esse diferencial, porque no Brasil não existe.
      • Essas habilidades podem ser aprendidas pelo youtube, no entanto, como brasileiro não quer saber de aprende-las é melhor um curso com algum certificado para constar no seu currículo.
      • Então comecem a estudar todo o material gratuito na internet e depois de zerar tudo comprem um curso mais barato com um certificado.
      • Mais uma dose de realidade aqui para vocês: as empresas adoram papel. Certificados, diplomas, declarações. Por mais que você seja muito foda em alguma habilidade, é sempre bom ter algo para comprovar isso. É foda eu sei, mas é o que é.
    • Pesquise em sites de vagas de empregos as habilidades requeridas para o cargo almejado
      • Usem a cabeça. Estratégia. Vão nesses sites de anúncios de empregos e procurem o cargo a que vocês irão se candidatar futuramente e vejam nos anúncios quais são as habilidades mais comuns que os empregadores pedem e depois vão se capacitar nelas. 
      • Depois de adequar a sua capacidade intelectual com os anúncios, procure o diferencial. Ou seja, alguma habilidade adicional que tenha relação com o cargo e que facilitaria a vida do seu empregador. Tipo: você contrata um pedreiro para levantar um muro e é isso que ele irá fazer, mas se precisar, ele também sabe assentar azulejos. Assim, a empresa terá alguém para quebrar um galho caso necessite. Isso é o tal "diferencial".  
      • Como eu disse o mundo muda e o mercado de trabalho também, não fiquem parados. A gente sempre vai ter que correr atrás de uma nova habilidade para se adequar a essas mudanças. Repito, larguem a mentalidade medíocre de não querer trabalhar muito.


    Papo curto sobre cursos universitários

    Desde pequenos, nos vendem a ilusão de que se tivermos curso superior, teremos emprego. Caralhos, que mentira de merda. Isso poderia até ser verdade lá em 1980. Hoje para quase a totalidade dos cursos oferecidos pode esquecer.

    Nem preciso colocar aqui links de notícias falando de gente que sai de universidade e não consegue emprego. Todos temos a história de algum conhecido que passou por isso. 

    O que geralmente acontece é da pessoa que sai com curso superior e vai trabalhar em empregos em que não precisaria de curso superior. Por exemplo, temos uma assistente administrativa aqui onde trabalho que é formada em Direito e o que ela faz é atender telefone e agendar reuniões, ou seja, um total de zero contato com o que ela aprendeu na universidade.

    Em que pese curso superior não seja mais diferencial, é melhor ter. Então por isso vou falar de alguns cursos que ainda acho interessante atualmente, para a galera jovem que ainda está nessa fase da vida:

    • Emprego Garantido - Carreiras de TI e Medicina
      • Por incrível que pareça, ainda temos cursos que estão demandando muitos profissionais. Medicina e TI. 
      • Médico, qualquer cidade precisa e vai sempre precisar. Quando precisamos, não economizamos com a nossa saúde. Não preciso alongar aqui.
      • TI - tudo hoje em dia gira em torno da informática e internet. Então por ser uma área um tanto "nova" é só abrir qualquer site de empregos e lá está, excesso de vagas para essa galera. É claro, você vai trabalhar para caralho. E talvez ganhe pouco, mas sem trampo você não fica.

    • Seu foco é concurso público? - Direito
      • Não tem outro curso, se você vai enfrentar os concursos públicos a faculdade que precisa é Direito. Pois, quase a totalidade dos cargos públicos cobram conhecimento em disciplinas de Direito.
      • Sem falar dos concursos para a magistratura que são excelentes, não só o salário, mas o status que o cargo aufere. 
    • Não curtiu nenhuma das 3 áreas acima? - Cursos Independentes
      • São aqueles que você consegue abrir uma porta e vender o seu serviço/conhecimento adquirido sem precisar de alguém ou empresa por trás. Por exemplo: Odontologia. O egresso do curso de odonto quando sai da universidade pode abrir o seu consultório e começar a trabalhar, assim ele não necessita de estar sob o guarda-chuva de uma empresa para ganhar dinheiro.
      • Não sei como está o mercado para as profissões que acho independentes a seguir, por isso pesquisem: Medicina Veterinária, Engenharia Civil, Odontologia, Arquitetura, Ciências Contábeis, Psicologia, entre outras que seguem este parâmetro. 
    • Grana curta e tempo curto para fazer um curso mais longo? - Cursos técnicos
      • A vida é foda, muita gente não tem estrutura familiar para aguentar um curso superior de 5 anos e só depois ganhar dinheiro. As vezes o homem mais velho não tem tempo para enfrentar cursos longos como esses. E qual seria a solução, ao meu ver? Cursos técnicos e tecnólogos. 
      • Esses cursos são o "meio campo" das profissões. Hoje, por exemplo, temos um excesso de engenheiros das mais variadas áreas e escassez enorme de desenhistas industriais, técnicos industriais, eletricistas, mestres de obra e outros.
      • Ou seja, temos uma escassez de profissionais de conhecimento prático (técnico), que coloca a mão na massa mas também pode passar orientações aos subordinados, que faz aquele meio de campo entre o engenheiro e o "chão de fábrica."

    Agora vai uma crítica aos cursos superiores ensinados no Brasil. Eles ensinam apenas a técnica do curso e quase nada da realidade. Ou seja, você quando você se forma em Arquitetura, você sabe fazer um bom projeto, mas não sabe administrar um escritório de arquitetura e muito menos prospectar clientes. Para mim, uma deficiência enorme na grade curricular dos cursos. Nem vou tocar no assunto sobre muitos dos professores desses cursos que não tem experiência real no que ensinam, vivem naquela bolha do mundo acadêmico.


    Falando de Concursos

    Não tem como deixar de fora este tema. Muita gente procura os concursos na esperança de um bom emprego e salário. Totalmente justo e honesto este caminho, foi o que eu escolhi e não me arrependo de tê-lo tomado.

    Mas antes de comentar mais algumas coisas sobre concursos vejam a minha trilogia sobre eles que escrevi aqui no blog. Parte 1, Parte 2 e Parte 3.

    Além do que falei lá atrás, para os que pretendem fazer essa jornada, prestem atenção:

    • Hoje os concursos estão mais difíceis.
      • Encare essa realidade. Maior concorrência, materiais de estudo melhores elaborados e mais acessíveis, além de toda a indústria dos concursos propagandeando maravilhas acerca do emprego público resultaram no aumento de dificuldade das provas, afinal, o objetivo é selecionar o candidato mais apto entre milhares.
    • Aprenda estudar e tenha organização.
      • Isso é a chave da sua aprovação, é o melhor conselho que eu posso te dar. Você deve aprender uma maneira de retirar o conhecimento dos livros e cursos e guardar na sua cabeça. Então desenvolvam um método que seja melhor adequado para você. Lá onde falei acerca das recomendações imediatas, descrevi o meu método. Gastem o tempo que for nisso.
      • Outra coisa, procurem sempre revisar os resumos das matérias que vocês estudaram. Ajuda a manter fresco o conhecimento dentro da cabeça. Por isso organizem uma rotina de revisão de material.
      • Estudar para concurso é igual equilibrar vários pratos, você deve dar atenção a todos ao mesmo tempo, assim você tem que manter todas as matérias do edital em dia para dar tempo de terminar os estudos antes do dia da prova. Então organizar os materiais, o seu calendário e rotina de estudo antes de iniciar de fato a estudar vai te economizar tempo.
      • Eu usei o sistema de organização elaborado pelo Alexandre Meirelles e o Deme descrito no Manual do Concurseiro.
    • Dependendo da sua vida use uma escada.
      • Repito: a vida é foda. Estudar para concurso não é fácil e não é rápido, se você não tem grana ou paz para estudar é pior ainda.
      • O que eu quero dizer com "paz para estudar"? O ato de estudar demanda muito da gente, tanto físico quanto mentalmente. Não é fácil. Então para conseguir alcançar eficiência no estudo a gente precisa de um local calmo para estudar e estar com a mente livre para absorver o conhecimento. Mas muita gente não tem isso, eu não tive isso. Por mais que meus pais não fossem contra "estudar para concurso", sempre havia sabotagem passivo-agressivo, aquelas alfinetadas em forma de brincadeira. Isso me destruía mentalmente, pois eu percebia a cobrança porque na mente deles eu estava "fazendo nada".
      • O lance da grana é meio autoexplicativo, a gente precisa de dinheiro para se manter e comprar material de estudo. A tentativa para suprir isso é procurar por materiais gratuitos na internet, utilizem as habilidades de pesquisa que possuem. Os cursinhos sempre estão dando aulões gratuitos no youtube.
      • Então se você não tem dinheiro para estudar e não tem paz para estudar para um concurso top, que na minha visão hoje exige uns 2-3 anos de preparo sério, comece por um concurso mais simples e fácil que te permita a sair dessa situação. Tipo uma escada, comece passando em um concurso mais fácil e vá subindo até chegar no cargo que almeja.
      • Eu fiz isso. Saí do emprego que tinha, me preparei 6 meses na casa dos meus pais integralmente visando o concurso da receita federal, não passei.  No entanto, no meio desses 6 meses fiz o concurso de um município próximo de onde morava. Passei e minha vida mudou quando saí de casa. Ganhava um troco suficiente para me manter, me sobrava bastante tempo para estudar e eu tinha paz morando sozinho. Resultado: mais 6 meses desde que assumi o cargo na prefeitura passei em um bom concurso do poder executivo federal.
    • Se tem pressa e não se importa com a área do cargo, seja obcecado e estrategista.
      • Se a sua ideia é ganhar grana em um cargo público seja onde for da maneira mais rápida possível, mas não tem ensino superior, use a seguinte estratégia: faça um curso de tecnólogo de curta duração (geralmente são 2 anos de curso) que seja reconhecido pelo MEC como curso superior. E ao longo do curso estude de forma obsessiva também para concursos. Essa sua preparação para um cargo top (que exija qualquer ensino superior, tipo a receita federal) vai demandar uns 3 anos e irá te exigir um esforço desgraçado (lógico, você estará fazendo um curso + preparação para concurso). Mas se der tudo certo, em pouco mais de 3 anos você vai estar ganhando uma grana preta em um grande emprego.


    O básico de finanças para quem tá começando a ganhar dinheiro

    Show, você conseguiu um trabalho e com isso vem toda a necessidade de aprender a administração financeira do seu patrimônio. Afinal, todos pretendemos juntar dinheiro para ter uma vida confortável.

    Não pretendo aqui fazer um grande tratado de finanças pessoais, quero passar para vocês uma visão que eu tenho do básico. Ideal para aquele jovem que começou agora a tirar uma grana. 

    Se você quiser mais conhecimentos, navegue sem moderação nos mais diversos blogs aqui da blogosfera de finanças. Só vai ali no meu blogroll aqui do lado e clique sem medo.

    Vamos ao basicão: 

    • Faça um orçamento
      • Orçamento é controle e previsão. Você controla o quanto gasta e consegue prever o quanto de dinheiro conseguirá juntar ao longo do tempo. E caso você tenha dívidas, também é possível montar um planejamento para quitar todas elas.
      • Então anote tudo o que entra de dinheiro para o seu bolso e o que sai do seu bolso. O ideal é sempre Receitas maiores do que Despesas. 
      • O Primo Rico tem um vídeo maneiro sobre orçamento, veja aqui. Sem falar na infinidade de material de finanças pessoais disponível no youtube, aproveitem.
      • Se manter em um orçamento é difícil, principalmente quando ganhamos pouco. Então tenham em mente que o lance é sempre procurar ganhar mais e não apertar mais o cinto. Claro que devemos gastar com inteligência e eficiência, mas o objetivo não é viver contando moedas e sim viver com muito excesso delas.

    • Resolva as suas dívidas
      • Amigos, dívidas descontroladas são foda. Tiram o sono de muita gente. Para mim é uma das piores coisas que podem acontecer a um homem adulto. Pois esse homem viverá com medo, com receio de lhe tomarem algo.
      • Meus pais eram muito irresponsáveis financeiramente falando, na minha casa, era comum o corte de energia, água, banco querendo fazer busca e apreensão do automóvel, punk mesmo. E isso me tornou um homem inseguro. E essa insegurança só estou conseguindo resolver hoje puxando ferro.
      • O fato é que todo mundo tem dívidas, o segredo é deixar elas sobre controle, dentro do nosso orçamento positivo (receitas > despesas). 
      • Caso você tenha dívidas descontroladas vou dar o caminho das pedras aqui para você resolver:
        • 1 - Organize todas as dívidas e as separe por data - das mais antigas até as mais recentes.
        • 2 - Tentar negociar cada uma delas - quanto mais antiga, mais provável que consiga um desconto nela.
        • 3 - Caso não consiga o desconto, a sacada é tentar renegociar - pois algumas dessas dívidas estão rodando com o juros muito altos devido a Selic alta de uns anos atrás. Assim a tentativa é trazer a dívida para a Selic mais baixa
        • 4 - Começar a pagar pelas mais caras - as que possuem os juros mais altos. 
        • 5 - Pegar todas as dívidas que não puderam ser renegociadas e pagá-las - através de uma nova dívida mais barata.
        • 6 - Sempre que você receber dinheiro, você paga algumas dívidas, pois quitar dívidas é mais importante do que investir. Porque os juros das dívidas serão sempre maiores do que os juros auferidos dos investimentos.
    • Reserva de Emergência 
      • Depois de organizar um orçamento e equalizar as suas dívidas, você chega num ponto onde está sobrando dinheiro no final do mês, então o próximo passo é construir uma reserva de emergência.
      • Essa reserva é um dinheiro guardado que deverá cobrir 6 meses de contas básicas, que ficará na poupança ou investimento remunerado ao CDI de liquidez imediata. Essa grana você não mexe. E NÃO CONTA PARA MINGUÉM QUE VOCÊ TEM!!!!!!!
      • A função dela é te socorrer se algo acontecer, por exemplo, perder o emprego ou algum acidente.
      • E acredite depois que você montar a sua reserva de emergência, vai surgir uma tranquilidade e segurança em você que fará te buscar mais dinheiro e mais objetivos.
    • Invista em você
      • Reserva de emergência construída e agora é hora de começar a investir. 
      • O primeiro investimento deve ser em você. Compre cursos, livros, treinamentos que aumentem o seu rol de habilidades de forma a fazer com que você ganhe mais dinheiro ou um emprego que te pague mais.
      • Não terá nenhum investimento que remunerará tão bem quanto investir em si mesmo. E esse investimento em novas habilidades pode ser feito simultaneamente a construção da reserva de emergência.
    • Fontes de renda
      • Sacaram que a nossa vida é como uma escada? Sempre depois de um objetivo conquistado vem outro? É isso mesmo, vamos subindo degrau por degrau rumo a uma vida melhor.
      • Ótimo, você agora já ganha um dinheiro razoável, tem muitas habilidades profissionais que irão garantir que não haverá um profissional tão bom quanto você.
      • Então chegou a hora de construir mais fontes de renda. Ou seja, será uma outra atividade ou bens/produtos que produzirão dinheiro para você. Seja um outro trabalho, um imóvel para alugar, fundos imobiliários, ações e entre outras fontes.
      • Quanto mais fontes de renda alternativas além do seu trabalho normal, melhor.
      • O objetivo aqui é aumentar as suas receitas e deixando o seu orçamento mais positivo ainda fazendo um ciclo virtuoso - mais dinheiro que entra, mais dinheiro sendo investido e assim gerando mais dinheiro que entra.
    • O que vai te enriquecer é o trabalho e o aporte ao longo do tempo.
      • Como falei lá no início, não tem atalho. O que vai te enriquecer é o trabalho e aporte constante ao longo do tempo. É dar tempo para o ciclo virtuoso de dinheiro agir.
      • Não tem aquele investimento que te dará uma bolada de uma vez. O que aconteceu com o Bitcoin por exemplo, é uma exceção. Acontece? Acontece, mas é difícil prever.
      • Esse processo de trabalho + aporte é chato mesmo, como diz Warren Buffett: "é como ver a grama crescer". Portanto, tenham paciência e disposição, pois é uma caminhada longa que exigirá muito. 

    Uma dica importante para a gente fechar: Começou a se sustentar sozinho? Agora saia da casa dos seus pais. É claro amigos, com um bom planejamento financeiro. Não adiantará você sair de casa para se foder sem grana. O ato de sair de casa e viver sozinho vai te dar uma liberdade e um amadurecimento que você nunca provou antes. A sensação é boa demais, te deixa mais completo. E como falei que todos os itens nesta série estão interligados, você morando sozinho tem a liberdade para trazer a sua casa uma mulher que você está se relacionando (post #7 a ser publicado), e na moral, a mulher vendo você com um shape legal, morando sozinho e dono de si, vai te olhar com outros olhos.

    Outra coisa: os senhores podem até estar pensando: "mas são conselhos muito básicos, eu gostaria de algo mais profundo". Eu entendo o pensamento e digo: a ideia aqui é cobrir o básico do básico. É para aquela galera que falei no post #1, jovem e perdido na vida. Se você já manja do básico e o faz bem feito, caberá a você escolher, de acordo com a necessidade da sua realidade, em qual item se aprofundar mais.

    É isso aí senhores, finalizamos mais um post de desenvolvimento masculino. Desculpe pelo tamanho do post. Espero que essas palavras sejam úteis e auxiliem na caminhada de vocês.

    Um grande abraço e até a próxima.

    sexta-feira, 6 de agosto de 2021

    Atualização de Patrimônio -- Julho/2021 -- R$ 374.606,64 -- +6,22%

     E ae pessoal!

    Vamos colocar a casa em ordem, já que junho não tivemos atualização

    Resumindo os 2 meses: junho apanhei, julho aportei forte.

    Nossas planilhas rotineiras.

    Planilha de Acompanhamento Geral pelo Sistema de Cotas - AdP






    • Julho foi um mês de aporte bem forte. Adianto que não é recorrente.
    • Notem também que os valores totais da planilha do AdP e da carteira estão diferentes, devido a esses valores em reserva de oportunidade.

    Detalhes da carteira e evolução patrimonial

     

    Aqui os valores totais da minha carteira.




    • Como a minha carteira de TD tem uma parcela de juros fixados (Pré/IPCA+) então a cada aumento na SELIC ela sofre um pouco.
    • O aporte dos meses foi todo em LCA pós fixada. Irei precisar usar quase a totalidade do valor da carteira no médio prazo.
    • No âmbito da RV/FII's, em junho a carteira apanhou e julho ela ficou de lado.

    E a evolução mês a mês



    • Consegui diminuir a diferença no previsto X realizado, no entanto, no mês que vem já prevejo que vou ficar novamente para trás.


    Renda Variável 

    Ações e ETF's

    • Sem aportes aqui no mês  
     
    Fundos Imobiliários


    • Em resumo a minha carteira de FII é focada em tijolo. Lajes, shoppings e logística.
    • O objetivo aqui é DY acima de 0,5% a.m.
    • Sem aportes aqui no mês.
      
    Criptomoedas


    • Nesses 2 meses o bitcoin andou de lado entre 30 e 40k USD, e minha carteira de cripto também seguiu de lado.
    • Desde o início desse investimento a rentabilidade foi de 1.046,37%.

    Acompanhamento das metas anuais

     

    Evoluindo sempre apesar dos pesares.
     
    Meta nº 1 - Atingir o patamar de R$ 415.000
    • Essa meta ficou bem distante, vai ser difícil chegar. Se ultrapassar os 400k me dou por satisfeito.
    Meta nº 2 - Evoluir na renda variável
    • Objetivo 2.1 - Ter quatro (4) meses positivos no Daytrade.
    • Junho e julho foram pequenos losses. Caminho certo.
    • Objetivo 2.2 - Aprofundar os estudos de Análise Fundamentalista e consolidar um método de análise de empresas.
    • Zero evolução.
    • Objetivo 2.3 - Aprender a investir e ter uma carteira de ativos nos EUA.
    • Esse objetivo não será trabalhado mais.
    Meta nº 3 - Realizar 10 cursos para melhorar meu lado profissional
    • Zero evolução.
    Meta nº 4 - Perder 17 kg e ficar mais forte
    • Junho e metade de julho foi show! Fiz todos os treinos a que me comprometi. 
    • Ao longo desse tempo não estava malhando o aeróbico e também não estava caprichando na dieta, porque estava aguardando a cirurgia da hérnia de disco.
    Meta nº 5 - Ser um homem melhor
    • Zero evolução.

    Vida Pessoal

    • Minha vida pessoal continua indo bem. Está tranquila.
    • Fiz a cirurgia para a retirada da hérnia. A cirurgia foi tranquila, sem dores de cabeça. Ainda estou em recuperação.
    • Os posts sobre o desenvolvimento masculino foram bem aceitos por vocês, isso me dá ânimo para continuar escrevendo e passando minhas experiências para todos.
     
    Bons investimentos, estudos e trades a todos!

    Grande abraço meus amigos!