domingo, 22 de outubro de 2017

Filme e Jogo do Mês #4 - Agosto/Setembro/Outubro - 2017

E ae galera!

Demorei para caceta para voltar com os posts no blog. Muita correria, mas sempre leio e acompanho os blogs parceiros e de toda a finansfera.

Começamos com as velharias, mas naquele esquema: old but gold.

Nesses últimos meses joguei um pouco de Silent Hill: Downpour no PS3 que tenho. Aí que surgiu a temática de hoje.

Hoje teremos como temática o terror psicológico, onde o ambiente é um personagem a parte nas histórias.

Filme do Mês - O Iluminado


Um clássico dos clássicos. Assustou uma geração de espectadores. Até hoje vemos easter eggs desta obras, em diversos filmes e programas televisivos.

Sinopse: Jack Torrance se torna caseiro de inverno do isolado Hotel Overlook, nas montanhas do Colorado, na esperança de curar seu bloqueio de escritor. Ele se instala com a esposa Wendy e o filho Danny, que é atormentando por premonições. Jack não consegue escrever e as visões de Danny se tornam mais perturbadoras. O escritor descobre os segredos sombrios do hotel e começa a se transformar em um maníaco homicida, aterrorizando sua família.

Encontrei uma versão dublada no YouTube que segue aí embaixo. No mesmo site vocês encontrarão a versão legendada por simbólicos R$ 3,90 para alugar. E também pelo o que pesquisei, no Netflix não tem o filme.

Aproveitem.
 



Jogo do Mês - Silent Hill 


Lembro quando joguei Silent Hill pela primeira vez, fiquei tenso só com a abertura do jogo. Tomei susto pra boné jogando!

Você é Harry Mason que procura por sua filha, após um acidente de carro, na cidade americana de Silent Hill. No decorrer do jogo Harry vai descobrir a verdade sobre sua filha e sobre a cidade.

Abaixo coloquei o Trailer do jogo que foi exibido na E3 de 1998. A quase 20 anos carai!! Estou ficando velho...




Como no filme deste mês, a cidade de Silent Hill é um personagem ativo na narrativa.

O jogo foi lançado no ano de 1999 para PlayStation 1. Aqui vocês conseguirão baixar a ISO do game para poder gravar em CD e jogar em seu console, ou em emuladores via PC.  

Este jogo foi o primeiro de uma grande franquia que possui outros jogos para outros consoles e filmes baseados na história.


Recomendo o emulador ePSXe para rodar jogos do PS1 em seu PC. Vocês poderão baixar esse emulador aqui. No YouTube tem diversos vídeos de como instalar e configurar corretamente o emulador.

Então galera, quem não tem um PC com boa configuração pode se divertir um monte jogando uns games mais antigos via emuladores. Antes de montar a máquina que possuo hoje, jogava muito PS1 e Mega Drive no emulador em um notebook que tinha. Sugiro adquirirem um bom joystick USB para melhor aproveitar a jogatina.

Por hoje é só rapeize! Espero que gostem!
O que achou? Tem alguma indicação de filme e/ou jogo? Posta aí nos comentários!

Boa diversão a todos!
Abraços!

domingo, 15 de outubro de 2017

Atualização de Patrimônio - Setembro/17 - R$ 208.263,95 ou + R$ 604,78 ou +0,29%

Salve galera!

Após mais de um mês sem postar nada, além do acompanhamento de trades, vamos para o fechamento de setembro. Agosto ficou faltando, no entanto ele está presente nas nossas tabelas rotineiras.

Planilha de Acompanhamento Geral pelo Sistema de Cotas - AdP



  • Agosto tive um bom aporte, em setembro foi zero.
  • O alto rendimento em agosto e o baixo em setembro estão distorcidos, pois fiz o fechamento de agosto já no final mês do setembro.

Detalhes da carteira e evolução patrimonial



  • Ainda não consegui esvaziar o Fundo DI, mas o aporte de agosto foi direcionado a novas LCA's.

A Renda Passiva


  • Faltam R$ 103,94 para alcançar a meta de 1 S.M. de renda passiva.  

 

Acompanhamento da meta financeira anual


Meta nº 1 - Atingir o patamar de R$ 250.000



  • Os 200k ficaram para trás, só que estou a 22k abaixo da meta traçada para o mês. Tenso...

Acompanhamento das metas não financeiras


Meta nº 2 - Aprender a operar na bolsa de valores
  • Ótima evolução.
  • Fechei os meses agosto e setembro no simulador, no positivo, que me levaram a entrar na real em outubro. Você pode acompanhar a trajetória aqui. Os estudos nessa área seguem a todo vapor.

Meta nº 3 - Me formar
  • Ótima evolução
  • Quase zerei as atividades complementares que deveria fazer. Das 120 horas a cumprir, já foram 100.

Meta nº 4 - Ir à academia no mínimo 8 vezes ao mês
  • Zero evolução
  • Em agosto fiquei parado, já em setembro fui nadar no clube em alguns dias.

Meta nº 5 - Perder 10 kg - Peso inicial 82,5 kg
  • Regressão. Peso atual 80 kg, ou seja -2,5 kg acumulado.
  • Estou relaxando na parte física. De fato, exercício físico não é o meu hobby favorito.

Meta nº 6 - Melhorar a Postura
  • Evolução regular.
  • Aqui vale uma menção honrosa a D. Ligo, tem me ajudado e muito com essa meta.

Comentário final

  • Fico analisando a evolução das metas e penso: "Estou no patamar que queria estar? Não falta muito, mas o que já fiz e estou fazendo está sendo formidável, para quem até o ano passado não manjava de muita coisa". 
  •  
É isso ai galera. Bons investimentos, estudos e trades a todos!

Abraço!

quarta-feira, 6 de setembro de 2017

Como fui aprovado em concurso público

E ae galera!

Hoje encerro a trilogia de posts sobre concurso público. Para alguns leitores esse post não passará de dicas clichês como: beber bastante água e usar filtro solar. Já para outros poderá ser a luz que facilitará a caminhada rumo a aprovação.

Tudo o que escreverei nas próximas linhas foi testado e aplicado por mim na minha caminhada. Compilei essas informações de forma lógica para facilitar o entendimento e a aplicação, pois aprendi na tentativa e erro enquanto estudava.

Se você não leu, leia os 2 posts da trilogia: 1º Post e  2º Post.


Como consegui


O concurso público é como se fosse um esporte de alto rendimento, ou seja, temos que treinar duro, ser disciplinado e completamente focado no objetivo. Toda a nossa rotina diária deverá ser adaptada para caber no propósito da aprovação e não ao contrário. 

Para facilitar o entendimento dividi este item em: antes e depois de começar a estudar. Vamos lá.

  • Antes de começar a estudar
Aqui apresento as dicas para seguir antes de se quer sentar na cadeira para começar os estudos. Ignorar algum destes itens poderá causar perda de tempo, falta de confiança e estudo sem qualidade.

1 - Paz mental

Talvez seja o item mais importante nos estudos para concurso. A paz mental é aquele estado onde estamos com a mente livre de perturbações, preocupações, medos e etc. É aquela energia que te empurra para conseguir os seus objetivos. Com ela conseguimos uma excelente concentração e alta capacidade de focar nos estudos.

Mas como conseguir a paz mental? Resolvendo todas as coisas que nos perturbam. TODAS. Mesmo que tivermos que abrir mão de algo. É parar para pensar em tudo isso e colocar uma pedra em cada buraco, para que na hora que você estiver estudando Controle de Constitucionalidade não ocorra falta de concentração por causa de uma briga com alguém.

2 - Local de estudo e equipamentos

O local de estudos deve ser o mais tranquilo e claro possível. Ele deve fornecer a você a paz mental. Se o ambiente da tua casa tá difícil, vai para uma biblioteca ou qualquer outro lugar que te forneça boas energias. Se você só pode estudar em casa, então tenta estudar em um horário onde essas pessoas negativas não estão ou estão dormindo. Sim, o sacrifício começa antes de você colocar a bunda na cadeira.

Equipamentos para o estudo devem ser o mínimo possível, para não deixar a mesa lotada de coisas. Quanto menos melhor.

    • Lápis, borracha, caneta marca texto, canetas de várias cores ou uma daquelas multicores e caderno ou folhas A4 para anotações e confecção de resumos.
    • Tablet com wifi: aparelho fundamental para o estudo de hoje. Ali você leva um monte de livro, material em pdf e vídeo aulas para qualquer lugar, também com o acesso a internet para pesquisas na web.
    • Suporte para livros. Isso evita de foder com suas costas e sua postura, faz muita diferença em períodos longos de estudo. Eu tenho um deste.
    • Garrafa para água para se hidratar no estudo. Como prefiro água gelada comprei uma desta.
    • Protetor auricular. Fundamental para estudo em locais públicos. Este é o mais confortável.
3 - Cargo almejado e gerenciamento de estudos

Aqui começa o planejamento para o estudo de fato. PLANEJAMENTO É FUNDAMENTAL Se não planejar o seu estudo é melhor nem começar a estudar para concurso, vai fazer outra coisa para não perder tempo nem dinheiro.

Primeiramente devemos escolher o cargo que desejamos, pois a partir dele é que será feito todo o planejamento de nossa rotina de estudos. Saberemos as variáveis necessárias ao planejamento: disciplinas a estudar, seus pesos, material mais indicado, tipo de prova aplicada, local de lotação, data provável do próximo concurso e etc.

Para essa escolha procurem saber que tipo de serviço o cargo executa e veja se cabe em seu perfil, para não se arrepender lá na frente. Não adianta ser polícia se você não está disposto a assumir riscos. Analisem também os locais de lotação, para não tomarem sustos na efetivação no cargo. Como havia dito, remoção de servidor é quase impossível.

Para a galera que tá perdida para qual cargo estudar, eu recomendo olhar com carinho: Auditor Federal de Controle Externo (TCU - Poder Legislativo, na minha opinião, o melhor cargo e lugar para trabalhar na Adm. Pública), Auditor da Receita Federal (Poder Executivo), Analistas Judiciários (Poder Judiciário), Analista de Finanças e Controle (CGU - Pod. Executivo) e Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental (Pod. Executivo). Tudo cargo federal galera.

Após definido o cargo, aquelas variáveis que citei a pouco serão respondidas e com isso passamos ao Gerenciamento de Estudos.

O gerenciamento de estudos é a forma de como você vai abordar aquele monte de disciplina para estudar e controlar o seu avanço nelas. Existem diversos métodos por ai, só pesquisar e adotar. Eu utilizei o método dos ciclos ensinado pelo Deme e pelo Alexandre Meirelles. No entanto isso varia de perfil para perfil, já conheci gente que prefere estudar a disciplina inteira até o seu término e outros que querem estudar um pouco de cada disciplina por dia, então pesquise e teste vários até ficar confortável com algum.

4 - Tempo e horário para estudar

Assunto polêmico. Quanto menos tempo diário para estudar, mais tempo até sua aprovação chegar. Não tem jeito, o tempo é tudo nos estudos para concurso. O que podemos fazer é tentar dar a máxima qualidade e eficiência ao estudo no tempo que temos disponível. (lembram da paz mental?)

Então planeje sua rotina diária, dê eficiência no seu tempo. Elimine tarefas desnecessárias, programas desnecessários para sobrar o máximo de tempo disponível para os estudos. Quando se estuda para concurso, a nossa vida gira em torno deste objetivo, foda-se o resto.

Quando passei no concurso federal que estou, eu estudava por volta de 5 horas por dia, mesmo tendo trabalhado o dia todo. Quando estava desempregado estudava por volta de 8 horas por dia.

A quantidade de horas diárias deve ser aumentada aos poucos. Iniciando em 1 hora de estudos e a cada semana ir adicionando 1 hora por dia até alcançar a "velocidade de cruzeiro nos estudos". Eu comecei querendo estudar 10 horas por dia, e de fato consegui no 1º dia estudar as 10 horas, já no segundo dia eu não consegui estudar sequer 10 minutos de tanto cansaço mental que estava.

O horário para estudos depende da realidade de cada um. Mas devemos ter em mente que cada pessoa produz mais e melhor em um determinado horário do dia. Uns pela manhã rendem mais, outros pela tarde. No meu caso era a noite para a madrugada, as 23:00 hrs estava no meu pico de foco e rendimento para os estudos.

5 - Método de estudo

Aqui é a base técnica da aprovação. O saber estudar, vai facilitar a sua vida para caralho. O método de estudo é a maneira de como você vai tirar o conhecimento do material e colocar na sua memória.

Então caro leitor, não economize tempo em aprender a estudar, isso faz a diferença demais!! Existem vários métodos por ai, pesquisem e experimentem.

O método que utilizava consistia em:

    •  1 - Realizar uma leitura rápida, no capítulo do livro ou item do material, para saber a profundidade do assunto que iria estudar.
    • 2 - Realizar uma leitura pausada, minuciosa, raciocinando sobre cada termo, como se fosse um filósofo se questionando sobre o que está lendo.
    • 3 - Após as 2 leituras, tentar explicar o assunto lido com as próprias palavras.
    • 4 - Se conseguisse realizar essa explicação, condensaria ela em um resumo para posteriores revisões.
    • 4.1 - Se não conseguisse realizar a explicação, voltaria ao passo 2 para nova leitura e se mesmo assim não tivesse compreendido o assunto, pesquisaria em outro material ou internet.
6 - Materiais

Saber escolher os materiais é fundamental. Vai depender de que estágio você está no seus estudos (iniciante/experiente) e o concurso alvo (top/não top).

Se você for iniciante ou estiver almejando um cargo não top (ex: prefeituras, não muito concorridos, salários mais baixos) o melhor é adquirir esses materiais vendidos online de bons professores (ex: Ponto dos Concursos e Estratégia Concursos) - não estou ganhando nada pra fazer propaganda. Pois são materiais mais condensados, direcionados aos concursos e com melhor didática.

Já se você for experiente ou estiver almejando um cargo top (ex: TCU, Receita) além de você ter passado pelos materiais online, é necessário pelo menos um bom livro de cada disciplina. Exatamente, cargo top exige um puta conhecimento aprofundado.

Recomendo demais o acesso ao forum concurseiros, ali você recomendação de bons materiais e bons professores.

Na minha aprovação eu utilizei una mescla dos materiais do Ponto e do Estratégia e os livros: D. Constitucional Esquematizado - Pedro Lenza. D. Administrativo -  Maria Sylvia Zanella di Pietro.

  • Depois de começar a estudar
Ótimo, sentamos na cadeira e começamos os estudos. Agora vamos ao que utilizei após iniciar a briga com livros e apostilas.

1 - Automotivação

O estudo para concursos só trará resultados a médio prazo, dessa forma, precisamos e muito de automotivação. Você deverá sempre revisitar os motivos que te levaram a entrar nessa empreitada.

Pergunte-se quais são eles, se imagine já aprovado e desfrutando de uma vida melhor. Faça cartazes com coisas que te motivam a batalhar, escute músicas e veja filmes com esse mesmo intuito durante todo o período de estudos.

Com paz mental e motivação o seu nível de concentração é extremo! Nada irá te parar no estudo. Será igual um monstertruck passando por cima de tudo.


Este é você com paz mental e motivação passando por cima de qualquer disciplina no seu caminho.
No início, os meus motivos de estudar para concurso eram: ter melhor qualidade de vida, ter mais tempo para coisas que gosto e viver mais perto das pessoas que são importantes para mim. No entanto, já no final da caminhada era mais ódio mesmo. Eu queria ver a cara de todos os putos que duvidavam de mim depois da aprovação. Ver esses vivendo uma vida de merda. E confesso, a sensação, de ver a cara de cú de todos quando souberam da minha aprovação, foi boa para caralho!

2 - Resumos e revisões

Como gravar na cabeça aqueles milhares de conteúdos vistos? É com resumo e revisão. Não tem outra maneira.

A função do resumo é você anotar a matéria conforme o seu entendimento de forma mais condensada possível e de fácil consulta. Existem várias maneiras de se fazer um resumo, desde fichas, mapas mentais e etc. Pesquise e utilize o sistema que você melhor se adaptar. Eu nunca fui criativo, então meus resumos eram textos em folhas A4, o máximo que fazia era mudar a cor dos parágrafos conforme a importância do texto ali escrito. Quanto mais importante, mais chamativo era a cor da letra.

As revisões irão te acompanhar do início ao fim dos estudos. É aquela leitura diária que irá fixar o processo legislativo na sua cabeça. Aqui também você deverá pesquisar uma melhor maneira que se adapte ao seu gosto.

O método que utilizava nas minhas revisões era assim:

    • 1 - Após 24 hrs depois do resumo de um determinado conteúdo confeccionado, era feita a primeira revisão
    • 2 - Após 7 dias depois da primeira revisão, era feita a segunda revisão
    • 3 - Após 30 dias depois da segunda revisão, era feira a terceira revisão e de 30 em 30 dias realizava revisões até a oitava revisão.
Dia 1 - Confecção do resumo > dia 2 - 1ª revisão > dia 9 - 2ª revisão > dia 39 - 3ª revisão > dia 69 - 4ª revisão > dia 99 - 5ª revisão > dia 129 - 6ª revisão > dia 159 - 7ª revisão > dia 189 - 8ª revisão.

Então, como é muito conteúdo e muitas páginas de resumos, tenha uma planilha de controle das revisões feitas.


3 - Questões e Gerenciamento de performance

O que é concurso público? Não é nada mais que uma prova com várias questões onde você sem que encontrar a assertiva certa ou a errada.

Então meus amigos, a resolução de questões é parte indispensável na preparação para o concurso. É dessa forma que você treina o seu conhecimento adquirido. É dever do concurseiro resolver todas as provas existentes referentes ao cargo escolhido conforme a banca de realização do concurso. E porque digo isso? Sempre tem uma questão ou outra repetida de provas passadas. É ponto de graça dado pela banca e também é uma forma de se acostumar com a forma da banca de cobrar determinado conteúdo.

A resolução de questão não é apenas acertar a assertiva correta, mas é saber o porque as outras estão erradas. Então estraçalhe cada questão até não sobrar nenhuma dúvida.

Por sua vez o gerenciamento de performance é a forma onde você sabe que está evoluindo nos estudos. Tenha uma planilha de acompanhamento onde possa registrar os seus índices de acertos de questões para permitir acompanhar a sua evolução e comparar com o índice dos últimos aprovados no seu cargo alvo.

Existem diversos sites de questões de concurso que oferecem esses relatórios de performance em determinada matéria. Eu já utilizei o tecconcursos e o rota dos concursos

4 - Rotina

Eu entendo a preparação para o concurso como um trabalho, ou seja, é algo diário que tem hora para iniciar e hora para terminar. É a criação de rotina pura e simples até que se torne um hábito. É algo que não tem o que pensar! Chegou a hora de estudar? Estude! Sem mais nem menos, sem mimimi. TEM QUE FAZER, simples assim!

É claro pessoal, nessa rotina que você criará deverá ter tempo para descanso, lazer, atividade física e boa alimentação. Lembra que falei que concurso público é como um esporte de alto rendimento? Então, o corpo e a mente tem que estar descançados e em ótima forma para render ao máximo nos estudos. Lógico que o tempo para essas atividades serão bem menores, mas mesmo assim deverão existir em vossa rotina.

Eu sempre gostei de jogos, então, na minha rotina, reservava durante a semana umas 4 horas para a jogatina eletrônica e praticava corrida no parque próximo a minha casa 2 vezes por semana. Assim me mantive feliz por não abandonar algo que gosto durante a luta e estava com o corpo em movimento.

5 - As provas

O concurseiro além de estudar ele faz concursos. Então se inscrevam em concursos, mesmo que não do cargo alvo, para treinar a mentalidade e estratégias de resolução das provas em um ambiente real! Você precisa saber o que fazer quando receber o caderno de provas e o gabarito. Confesso que 30% da minha aprovação foi na base da estratégia da resolução das provas.

Concurso público também é um exercício de humildade. O boneco que entra com o peito estufado sai da sala de provas falando fininho depois de uma surra homérica na prova. Então a mentalidade que devemos ter na hora da prova é a mais humilde possível. É entrar na sala e falar para si próprio que irá dar o seu melhor, que irá tirar cada gota de conhecimento da cabeça naquele momento.

Para a resolução das provas também deveremos adotar uma estratégia. Como você resolve as provas? Do início para o final? Do fim para o começo? Inicia pela matéria mais fácil? Só participando de concursos na real que você consegue traçar a melhor abordagem da resolução de prova. Varia de perfil para perfil.

A estratégia que utilizei para resolver a prova, que fui aprovado, consistia em:

    • Fazer uma leitura rápida da prova.
    • Resolver as questões de trás para frente. Pq? Geralmente as questões mais difíceis e mais compridas da prova estão no início da prova, logo nas primeiras páginas. Para o pessoal que não sabe resolver a prova e a aborda do início, chega na metade da prova exausto e erra as questões fáceis que estão no final.
    • Na metade do tempo de provas ir ao banheiro, comer e beber algo e descansar por 10 minutos.
    • Prestar atenção na primeira impressão de cada resposta de cada questão. Pq? Geralmente a primeira impressão que temos de resposta de uma determinada questão é a correta.
    • Nas provas de certo e errado, não assinalar resposta também é resposta. Quando não tinha muita certeza, deixava em branco, respeitando a quantidade mínima de acertos em cada disciplina.
    • Chute "colocado". Ou seja, eliminar ao máximo as assertivas nas questões de múltipla escolha para aumentar as chances em um possível chute.

Comentários Finais


1 - Consuma todo o conteúdo do fórum concurseiros SEM MODERAÇÃO! Lá tem informações e dicas valiosas para quem tá no caminho dos concursos.

2 - Não pare só neste texto, procure saber o máximo sobre a preparação para o concurso público, de forma a conhecer a estratégia que se encaixa no seu perfil.


Bom pessoal, acho que descrevi tudo o que utilizei na minha caminhada. Lembrem-se que isso tudo funcionou para mim, talvez algo não funcione para você, portanto, procure testar um pouco de cada coisa até você encontrar o seu método.

Desculpem o post longo demais, espero que ajude quem está na batalha. Se precisarem de algo, pode postar ai nos comentários ou no formulário de contato.

É isso ai pessoal. Bons investimentos, estudos e trades a todos.

Abraço!